Mania de limpeza | Programa com a palavra

Tive o prazer de participar do programa COM A PALAVRA, exibido hoje (24/04/08) pela Tv Educativa do Paraná, discutimos sobre mania de limpeza.

Muitas vezes, o que aparentemente parece saudável como lavar as mão por exemplo, pode se transformar em TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo), quando em excesso, lavar a mão várias vezes e repetidamente, de acordo com o Psicólogo Tônio Luna.

Você tem mania de limpeza? É inimigo da sujeira? Você sabia que isso afeta diretamente as nossas crianças?! Ao contrário do que se pensa o excesso de limpeza não é tão saudável assim.

Interessante mesmo, foi os conselho da Enfermeia e membro da associação de controle de infecção hospitalar, Maria Edutânia Castro. Não usar desinfetantes para limpar a casa.

Isso mesmo, nada de desinfetante para limpeza, apenas água e sabão. Mas assim como falta de limpeza faz mal, o excesso de limpeza também é prejudicial a saúde, pois acaba baixando a imunidade do indivíduo. Mesmo com crianças abaixo de 2 anos, e desaconselhável usar qualquer tipo de desinfetante (lusoform, pinho sol, etc). No máximo água sanitária, mesmo assim com cautela.

Quando a criança entra em contato com a sujeira, está permitindo que seu corpo entre em contato com micro-organismos e bactérias que ajudam a fortalecer as defesas do corpo. “Crianças cercadas de muitos cuidados com higiene tendem a ter um retardo no desenvolvimento do sistema imunológico e ficam mais sujeitas a desenvolverem doenças alérgicas” afirma o pediatra e diretor da sociedade Brasileira de Imunização, Renato Kfouri.

 

 

Gostou das dicas sobre mania de limpeza? Deixe um comentário!

Veja+: Entrevista sobre hospitalidade

6 thoughts on “Mania de limpeza | Programa com a palavra

  1. Olá
    Bom, eu penso que excesso de limpeza nunca é demais, neste caso, antes pecar pelo excesso! Aliás, estou indo lavar as mãos agora mesmo! rs
    [ ]’s
    Tony

  2. Paulinha, não assisti o programa, mas, eu tb acho que limpar demais, pelo ponto de vista microbiológico, não deve ser lá muito bom, pq vc acaba abrindo campo para bactérias mais resistentes, ou seja, melhor ter bactérias mais “ordinárias” e com as quais nosso organismo já está familiarizado e até defendido, que abrir espaço para bactérias e fungos mais “duros na queda”… OU seja, vc limpa com desinfetante, aí, tira as bacte´rias mais ordinárias. Se vc dá o azar de alguém entrar na sua casa com uma bactéria resistente, é como se elas tivessem um campo enorme para se proliferarem.
    Bjks com saudades, amiga Fly!
    Dri

  3. Eu assisti o programa e achei muito bom e instrutivo, deu para pegar escelentes dicas com relacao a limpeza e organizacao, e para voce Paula, deixo meus Parabens e desejo de muito sucesso. Teu trabalho e admiravel.

  4. Tony,

    Limpeza é sempre bom, mas o que precisamos ter mesmo é bom senso. Nem d+ nem d-!

    Jeff,
    Valeu a visitinha :), melhoras!!!

    Giovana,
    Que pena você perder a entrevista, mas fico feliz que goste do blog (adoro também, lol).

    Drika,
    Adoro seus coments amiga :p.

    Elis,
    Obrigada pela audiência e pelas palavras. Você é d+. Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *