Quem nunca se enrolou com o cartão de crédito que atire a primeira pedra! Utilizada com sabedoria, esta ferramenta pode ser uma aliada e tanto. Mas, facilmente se transforma em vilão do seu orçamento se não houver o devido cuidado para evitar situações que  são verdadeiras ciladas, como as que mostraremos a seguir.

 

#1. Não pagar a fatura na data correta

Se algum dia você esqueceu a data do pagamento já sentiu aquele gosto amargo ao ver seu dinheiro ir pelo ralo em multa e juros de mora. Organize-se para pagar no dia certo, mude a data de vencimento se necessário. 

 

#2. Pagar o mínimo

Às vezes penso que os donos de banco se reuniram pra pensar em como ferrar a vida de quem não pode pagar o valor total da fatura do cartão, e foi neste dia que inventaram a “fatura mínima”. Os juros do cartão de crédito são em média de 15% ao mês, ou seja, rapidamente sua dívida dobra de tamanho. Se você não conseguiu pagar o total no mês anterior, como vai conseguir pagar o dobro nos meses seguintes?

Soluções: se você já está nesta situação, o indicado é fazer um empréstimo a juros menor para pagar a dívida do cartão, ou a renegociação da dívida. Neste último caso, o serviço do cartão ficará suspenso por um período.

 

#3. Achar que o limite do cartão é o teu saldo

Geralmente o banco libera um limite maior que o seu salário, não se iluda, a sugestão é que os gastos com cartão de crédito não ultrapassem 30% do seu rendimento. Exemplo, se você ganha R$ 4.000,00 sua fatura não pode ultrapassar o valor de R$ 1.200,00.

 

#4. Usar sem planejamento

Um eletrônico aqui, uma viagem ali, o suficiente para perder o controle dos gastos. Com planejamento isso não acontece. Coloque no papel suas prioridades de curto e médio prazo como um celular novo e uma viagem ao exterior, encaixe o limite de 30% do seu salário nestes planos, por exemplo: em 2 meses compro o celular  e passo a assumir as parcelas da viagem.  Você fará tudo o que precisa com calma e sem dívidas.

 

#5. Não emprestar o cartão a terceiros

Quem precisa de cartão de crédito emprestado é muito esperto e nem tem o próprio cartão pra evitar o risco de se endividar, ou tem e já está enrolado. Evite emprestar, pois no final das contas a dívida estará em seu nome.

 

Quem sabe utilizar o cartão de crédito sem comprometer as finanças pode desfrutar das suas vantagens, como milhagens e ter mais tempo para pagar o que foi consumido. Por isso, vale a pena pensar onde está o erro e continuar fazendo o que está funcionando.

 

Você tem outra dica para evitar problemas com cartão de crédito? Deixe um comentário.

Leia+: Guia prático para poupar dinheiro

 

 

Até a próxima.