dinheiro-e-casamento-fb

O meu, o seu, o nosso… dinheiro, um dos motivos mais frequentes de desentendimento entre casais, é realmente um desafio para quem começa a vida a dois, pois cada um leva para o relacionamento seus hábitos de consumo e comportamento em relação ao dinheiro e nem sempre o período de adaptação é tranquilo. Acompanhe nossas dicas e veja o que você pode aplicar para lidar da melhor maneira possível com o dinheiro no casamento.

 

 

#1. Defina o que é: meu, seu, nosso

Esta conversa entre o casal é muito importante para definir o papel de cada um no orçamento. Por isso, evite:

  • Mentir sobre o valor do seu salário;
  • Omitir informação sobre dívidas;
  • “Caixa B”.

Uma das vantagens do relacionamento é ter alguém para dividir a vida e até os problemas, mas a mentira abala a confiança e ameaça o casamento. Mesmo que você sinta vergonha de contar que se endividou, a verdade é sempre a melhor opção.

Dinheiro e casamento

 

#2. Organize o orçamento familiar

Casar é compartilhar entre outras coisas renda e despesas. São muitas informações a mais e para não perder o controle da situação é necessário planejar o orçamento.

  • Projete as despesas da família;
  • Projete a renda da família;
  • Compartilhem o arquivo de controle, alimente-o sempre com novas informações.

 

#3. Organize a documentação

O casal deve saber onde estão os documentos importantes, os arquivos digitais também. Isso evita problemas quando houver a necessidade de apresentar alguma documentação.

  • Certificado de propriedade do carro;
  • Seguros: carro, saúde, vida;
  • Imposto de renda;
  • Escritura da casa ou contrato de locação;
  • Investimentos: ações, cadernetas de poupança.

 

#4. Estabeleçam alvos financeiros

A maioria dos casais entra em conflito nesta etapa, pois um acredita que é importante trocar de carro, o outro, trocar as mobílias da casa; não entram em acordo e sem apoio não acontece nem uma coisa nem outra. Vira um “cabo de guerra”. O casal tem que ser uma equipe, trabalhar juntos para o mesmo objetivo, por isso as metas financeiras devem ser tomadas em comum acordo.

 

Vale lembrar que é importante conversar com certa frequência a respeito dos alvos definidos. Quanto falta para alcança-lo, se o valor continua o mesmo, o que pode ser feito para alcança-lo mais rápido.

 

#5. Faça avaliação financeira

Semanal ou quinzenalmente, o casal deve verificar em conjunto os gastos deste período e ver o que possivelmente é desnecessário ou está em valor muito alto. Isto é nada mais que exercer controle sobre as finanças.

 

 

#6. Evite dívidas

Parece óbvio não fazer dívidas, mas é fácil cair na cilada de confundir crédito com dinheiro quando você quer ver sua casa bem decorada, receber os amigos, impressionar outros… O mais seguro é gastar aquilo que se tem e usar o crédito apenas como ferramenta de pagamento.

Dinheiro e casamento

 

Nunca é tarde para começar a se organizar e desfrutar de melhor qualidade de vida! Falta de tempo não pode ser desculpa, 20 minutos após o jantar será suficiente para definir metas e o papel de cada um dentro do orçamento doméstico. Vale a pena investir em organização para evitar conflitos.

 

Tem alguma dica e gostaria de compartilhar? Deixe um comentário.

Leia+: 5 dicas para a educação financeira dos seus filhos

 

 

Até a próxima.

Siga nas redes sociais:

dinheiro-e-casamento-pin

Marcella é formada em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas. Estudou contabilidade empresarial e planejamento de orçamento familiar pela Fundação Getúlio Vargas. Apaixonada por fotografia e gastronomia.

Comments

Show Buttons
Hide Buttons