É comum ouvir essa expressão: “minha casa era tão organizada, mas aí vieram as crianças…”, não se pode negar que  a chegada das crianças muda toda estrutura do lar, afinal de contas são novos integrantes e seu espaço na família deve ser definido, este impacto afeta sim muitas áreas incluindo a organização da casa, porém para ter uma casa organizada sabemos que é fundamental que as crianças estejam inseridas na rotina.

Ter filhos com senso de organização e colaboração é o sonho de todos os pais, certamente evitaria muito stress no dia-a-dia! Mas será que é possível fazer com que a criança se desenvolva nesta área sem ser um pai e mãe carrasco ou exagerado?

Veja  algumas dicas que irão te auxiliar nesta missão e até mesmo trazer mais tranquilidade à família.

 

Criança que organiza

 

# 1. O método mais eficiente

Nenhum método de ensino é mais eficiente que o exemplo da família, desde muito cedo as crianças observam e desta forma aprendem a falar e agir, sendo assim, a melhor maneira de ensinar organização é ser organizado. Mas se a sua casa não é organizada, não se desespere! Nunca é tarde pra começar e até isso pode ser conversado com a criança, peça “ajuda” e diga que você quer ser organizado para ter mais tempo e com isso vocês podem até aproveita-lo juntos.

Criança que organiza

 

>10 hábitos simples para ser organizado

 

# 2. Organização não deve ser forma de punição

A organização deve fazer parte da rotina diária portanto as atividades como, arrumar a cama, ajudar a servir a mesa para o café da manhã, guardar o tênis e a mochila ao chegar da escola, etc. Não deve ser uma forma de punição por desobediência ou mau comportamento, gritos e ameaças também não farão com que a criança se motive a organizar. É importante que o pequeno entenda que a participação dele no funcionamento da casa é fundamental!

Criança que organiza

 

>7 ideias para organizar rotina das crianças

 

# 3. Respeite

A forma que seu filho organizou pode ser diferente da sua, mas não quer dizer que está errado.  Então se a criança organizou do jeito dela e logo em seguida alguém refaz, ela poderá se sentir frustrada. As exigências devem ser pertinentes à idade e condições da criança. Lembre-se que tudo o que for preciso para organizar deve estar ao alcance, ou seja, deve conseguir fazer sozinha mesmo que inicialmente seja necessário ajudar, já que todo processo de aprendizagem é demorado e exige paciência, além disso, sempre elogie quando merecer e procure formas para incentiva-lo!

Criança que organiza

 

>Como organizar brinquedos


# 4. Planejem juntos

Antes de definir a rotina de organização para o pequeno, conversem para explicar que precisamos arrumar o que tiramos do lugar ou bagunçamos isso porque a criança deve ter consciência daquilo que fará parte do seu dia-a-dia. Aproveite para ouvir as sugestões dele e entender suas limitações.

Criança que organiza

 

>Porque crianças precisam de rotina


# 5. A criança e o tempo

A criança não lida com o tempo da mesma forma que os adultos, para elas depende do foco de atenção que dão para o que estão realizando, ficar três minutos sentado pode parecer uma eternidade, mas quando estão brincando no jardim por uma hora pode parecer 5 minutos. Enquanto eles aprendem a lidar com o tempo, quem auxiliar é a rotina, saber que cada atividade tem hora pra acontecer vai ajuda-los a lidar com o tempo e cabe aos pais ou responsáveis lembra-los diariamente, até que se torne algo natural.

 Criança que organiza

 

Ensinar as crianças a serem organizadas pode ser uma experiência tranquila se houver paciência e diálogo, assim eles entenderão que a organização faz com que vivam bem em família. Não é apenas um sapato jogado ou brinquedos fora do lugar, quem não respeita e cuida da própria casa dificilmente irá respeitar a escola e futuramente o ambiente de trabalho. Todo este esforço e dedicação da família se converterá em jovens e adultos saudáveis e conscientes de suas responsabilidades.

E você tem alguma dica para incluir organização na rotina das crianças? Compartilhe conosco, deixe um comentário!

Marcella é formada em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas. Estudou contabilidade empresarial e planejamento de orçamento familiar pela Fundação Getúlio Vargas. Apaixonada por fotografia e gastronomia.

Comments

Show Buttons
Hide Buttons