como-planejar-o-cardapio


O que vamos comer hoje?

É a pergunta que a maioria das pessoas faz quando está voltando para casa após um dia de trabalho. Muitas delas, quando passeiam pelos corredores do mercado, esperam que a respostas pule de alguma prateleira em seus carrinhos. Outras chegam em casa tão cansadas que a opção mais fácil parece ser ligar para o serviço de delivery e continuar se alimentando com baixa qualidade e muita caloria.

Preparar as refeições todo dia, pode ser cansativo. Do mercado para a despensa, do freezer até à mesa, da pia para o escorredor, a rotina da cozinha pode ficar chata, repetitiva e tediosa.

A resposta chave para a pergunta acima é planejar o cardápio. Planejar é algo que você realmente precisa fazer! Acredite que o planejamento do cardápio é uma atividade que acrescenta muito à sua qualidade de vida. Não deixe para fazer isso na próxima semana, quando estiver mais organizado. O planejamento do cardápio é a primeira linha de defesa na luta para se organizar na cozinha.

Faça esse compromisso: “Eu, __________________(seu nome neste espaço) decidi não visitar o supermercado novamente até planejar o cardápio !”

Planejar o cardápio não precisa ser complicado. É um pequeno investimento de tempo para grandes resultados. Ainda resistente? Faça o planejamento do cardápio de forma simples e rápida.

 

#1. Planeje as refeições 

Pense apenas na próxima semana. Sete jantares e apenas uma visita ao mercado.
Faça a lista de ingredientes que as sete receitas escolhidas pedem. Na próxima semana tente não repetir o cardápio. Essa atividade de planejar o cardápio se repete nas primeiras semanas. Construído o menu do mês, o mesmo será aproveitado nos próximos meses, quando a ideia é repetir o cardápio. Mas lembre-se de considerar a sazonalidade dos alimentos. Transformar o planejamento do cardápio num hábito vai ajudá-lo.

Leia+ 5 receitas para sujar uma panela de pressão

 

#2. Faça compras regularmente

Com o cardápio planejado, faça a lista de compras semanal baseada nele. Milagres não acontecem para pessoas que não planejam o cardápio e esperam que com uma cápsula (daquelas desenvolvidas pela NASA, que vai ao forno e “tá-dá”) saia dele um jantar digno de ceia natalina (na verdade milagres acontecem, mas nesse caso é preciso mais do que fé). Quem prefere decidir o que irá comer na noite anterior ou na hora de preparar a refeição, certamente precisa de um plano básico de compras, para ter na geladeira e despensa alimentos que usualmente são consumido pela família. Elaborar um cardápio, fazer compras de forma eficiente e obter os alimentos necessários para os próximos sete dias da semana, minimiza despesas e mantém tudo organizado. Pessoas que estão passando por uma reeducação alimentar e tem o costume de anotar tudo o que comem no caderninho, podem elaborar uma lista de compras baseada alimentos ingeridos com maior frequência. Ir ao mercado semanalmente é mais econômico do que compras mensais.

Leia+ 10 dicas para economizar no supermercado

 

#3. Aumente o consumo de frutas e legumes

Planejar o cardápio melhora nutrição. Na busca diária pelo que comer no mercado, não há tempo para preparar saladas e pratos complementares, com um cardápio planejado é possível aumentar o consumo de frutas, verduras e legumes.

 

#4. Faça compras com a mente aberta 

Examine os alimentos que estão em ofertas, tente adequar o cardápio com os alimentos em oferta naquela semana e esteja pronto para substituir itens, caso seja um bom negócio.

 

#5. Organize-se quando chegar do mercado

Retorne das compras, arrume os alimentos nos armários, separe as porções para congelamento, etc. Imprima o cardápio semanal, pendure na geladeira para eventuais consultas e por fim execute as receitas ou deixe pré-preparadas.

Leia+ 20 dicas para conservar os alimentos

 

#6.Ganhe tempo

Planejar o cardápio economiza tempo. Nada de pedir socorro aos vizinhos, pela falta de algum ingrediente, ou buscar desesperadamente – de fome – alguma coisa no freezer que possa ser descongelado para o jantar.

Leia+ 10 dicas para economizar tempo na cozinha

 

#7. Economize dinheiro

Planejar o cardápio poupa dinheiro, pois reduz as viagens ao supermercado e também minimiza gastos com compras impulsivas. Todos sabem que ir ao mercado com fome, não faz bem ao bolso!

Leia+ Como congelar e descongelar alimentos

 

#8. Seja flexível

Planejamento do cardápio não é gravado na pedra. Tenha sempre alimentos pré assados, para aqueles dias de preguiça, para quando o planejamento sai do nosso controle. Ligue para a pizzaria e faça seu pedido quando você precisar arrumar uma desculpa para não cozinhar e vá para a cama cedo sem cozinha para limpar e organizar.

Leia+ 5 ideias para refeição rápida

 

Agora você já tem uma base do que preparar na semana, então construa uma lista de compras analisando o que cada membro da família consome. Fazer uma lista de compras pessoal pode ser interessante e revelador. Deixe uma lista na porta da geladeira, assim que um item acabar anote na lista, agindo dessa maneira fazer suas compras vai ficar muito mais fácil.

 

Você tem alguma dica de como planejar o cardápio? Deixe um comentário.

Leia+ Como organizar o orçamento doméstico

Até a próxima.

 

Siga nas redes sociais:

como-planejar-o-cardapio-pin

Paula é Designer de interiores, personal organizer, publicitária e blogueira. Acredita que a organização melhora a qualidade de vida e que menos é mais sempre. Ama design, decoração, moda, gastronomia e viagens!

Comments

Show Buttons
Hide Buttons