Para uma vida financeira saudável, poupar de 10 a 15% da receita é fundamental, pois futuramente evita financiamentos longos, o possível endividamento, além de garantir uma certa estabilidade. Não está sobrando dinheiro para a poupança? Revise seus hábitos, mude o que for necessário e comece a poupar. Ok, ninguém falou que é simples. Mas é possível, e tudo começa com a sua motivação. É ela que vai impulsionar uma mudança de atitude. Acompanhe nossas dicas para economizar, começar a poupar e ter uma vida mais tranquila.

 

#1. Pare e pense

Seu estilo de vida está de acordo com o seu rendimento? Após pagar as despesas fixas (essenciais), coloque de um lado da balança o quanto sobra e o do outro lado, o quanto você costuma gastar com seu estilo de vida em restaurantes, entretenimento, viagens. Esteja atendo para não “surfar a mesma onda” de amigos que tem padrão de vida mais alto.

Especialistas recomendam utilizar 50% da renda para os gastos essenciais, 35% da renda para estilo de vida e 15% da renda para prioridades financeiras, ou seja, algum financiamento ou pagamento de dívida.

 

#2. Adote o estilo faça você mesmo

Para as mulheres, fazer unhas e cabelo no salão toda semana gera um impacto no orçamento, faça as unhas e escova no cabelo em casa mesmo. Outro fator que pesa no orçamento familiar é o vínculo empregatício de empregadas domésticas que, com mais de dois dias de serviços prestados durante a semana, devem ter carteira assinada com todos os direitos trabalhistas em dia. Avalie esta necessidade com sua família, pois com a colaboração de todos é possível ter uma boa economia.

 

#3. Reduza o custos do carro

Ter um carro é tão necessário quanto caro. Para poupar, esteja atendo à manutenção do carro como troca de filtros, velas e bicos injetores, siga corretamente a orientação da montadora quanto às manutenções para evitar grandes reparos futuramente. Fique atento ao desperdício de combustível, se o carro é flex, trocar álcool pela gasolina é vantajoso apenas quando o preço do litro do álcool for inferior a 70% do preço do litro da gasolina. Os postos devem mostrar ao cliente esta comparação de valores. Também é possível economizar separando duas horas da semana para lavar e aspirar seu carro (atenção ao consumo exagerado de água), e ao final do mês você verá que poupou uma quantia significativa.

 

#4. Avalie os serviços contratados

É chato, eu sei. Mas periodicamente é preciso analisar as contas dos últimos meses e verificar se o plano atual está de acordo com as suas necessidades, pois você pode estar pagando por um serviço não utilizado de telefonia, por exemplo. O mesmo deve ser feito com a TV a cabo. Notou que não está usando os canais que o pacote contratado oferece? Troque por um mais simples.

 

#5. Repense a hora do lazer

Opte por passeios ao ar livre. Se você tem crianças, leve-os para passear num parque público ao invés do Shopping, se é solteiro, convoque os amigos para pedalar nas ciclovias ou praticar algum esporte nos parque da sua cidade.

 

#6. Resista a tentação

Aprenda a dizer não as compras não planejadas, na maioria das vezes precedidas pela palavra “promoção”. E aos gastos diários que ao final do mês representam um valor alto em supérfluos, como a sorveteria após almoço, cafezinho mesmo quando está a caminho de casa.

 

#7. Use aplicativo para o controle

Alguns aplicativos podem ajudá-lo a controlar os gastos, registrando-os diariamente você terá uma visão geral das despesas e saberá onde está gastando com mais frequência. Um exemplo é o Finanças Pessoais, além dos registros ele oferece gráficos e relatórios que vão auxiliá-lo neste controle.

 

Ninguém muda o estilo de vida de uma hora pra outra. O passo mais importante é reconhecer que precisa mudar, a partir daí, vá com calma e não desista de tudo se você gastou demais nos últimos dias. O resultado não é imediato, por isso o importante é manter o foco no objetivo. Sem desistir!

 

 

Tem mais alguma dica para economizar? Deixe um comentário!

Leia+ Dicas de como economizar combustível